Torrontés com bacalhau

Fico feliz quando indico um vinho para acompanhar um festivo encontro de amigos e a indicação dá certo. Mais ainda se os convivas, no dia seguinte, dão um retorno dizendo que a bebida fez sucesso.

A minha felicidade aumenta quando um amigo que outrora só bebia vinhos de origem argentina confessa agora que está experimentando outras origens e ficou interessado em conhecer os vinhos do Alentejo.

O vinho oferece esta possibilidade, e o mercado brasileiro está de olho na curiosidade que desperta no consumidor a experiência de conhecer outros rótulos e descobrir novas harmonizações.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s