O transporte do vinho é importante

Fonte: Revista Adega - Artigo de Roberto Rodrigues

Matt Kramer, em seu livro “ Os sentidos do vinho” (Ed.Conrad), diz, refererindo-se a desfiguração que ocorre com os vinhos importados armazenados nos Estados Unidos, que é difícil, ou mesmo impossível rastrear a fonte dessa alteração. As dimensões continentais do país estendem esse problema até mesmo para os vinhos produzidos ali.

Qualquer semelhança com os vinhos que chegam ao Brasil, não é pura coincidência.

Em geral, assevera Kramer, os vinhos apresentam uma “camada” de oxidação que esconde as diferenças entre vinhas e comunas, tratando-se claramente de um problema de transporte.

Parece fazer pouco sentido guardar os vinhos nas mais perfeitas condições de armazenagem apenas para perceber mais tarde que o produto já era imperfeito desde o início.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s