Restaurateur…

…” Assim que você entra em um restaurante, se o seu rosto inspira a mínima confiança, lá está o restaurateur pronto a lhe oferecer os prazeres ilimitados de seu cardápio. Para você, a lareira dele se acende, seu espeto de assar giratorio gira, sua adega se abre, e você – você se senta calmamente por ali aproveitando os resultados de tanta preocupação, todos trazidos em travessas de prata. E o que acontece depois? Assim que você começa a comer, de repente percebe ( de verdade ou de mentira) que esqueceu sua carteira de dinheiro? Que saída tem o pobre restaurateur? Irá ele arrastá-lo pelos tribunais, exercer seus direitos em toda a sua extensão? Ele o arrastará à força até a prisão? – Você! um homem que jantou como o melhor dos homens janta?! …”

Fonte: Gazette des Trinunaux, 3 de Fevereiro de 1839 – A invenção do Restaurante, Rebecca Spang, Ed. Record

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s